Uae Interact
Hora GMT: 03:38 Hora dos EAU: 07:38
Escolha a sua língua: Arabic French German Russian Spanish Chinese Portuguese Korean Italian Japanese
Notícias e Informação sobre os Emiratos Árabes Unidos (EAU). Com o apoio do Conselho Nacional dos Média.
    ANUÁRIO     NOTÍCIAS     FICHA DE DADOS     GOVERNO     ECONOMIA     NEGÓCIOS     PATRIMÓNIO     SOCIEDADE     DESPORTOS     VIDA SELVAGEM     VIAGENS     PÁGINA INICIAL

Google

web UAE interact.com

 
  

WEBSITES DO GOVERNO DOS EAU »

Câmaras de Comércio dos EAU »

ANUÁRIO DOS EAU DE 2008 »
NewUAE yearbook O Anuário completo dos EAU de 2008 em inglês e francês em formato pdf. Informação abrangente e actualizada sobre todos os aspectos dos EAU.

HISTÓRIA DOS EAU »
UAE History
GOVERNO DOS EAU »
Government
DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO DOS EAU »
Economy
INFRA-ESTRUTURA DOS EAU »
Infrastructure
DESENVOLVIMENTO SOCIAL DOS EAU »
Social Development
MEIO AMBIENTE DOS EAU »
Environment
DESPORTOS NOS EAU »
Sport
EVENTOS E EXPOSIÇÕES NOS EAU »
Sport

ARTEFACTOS DE OURO »
Visite o museu virtual do UAEinteract, que lhe mostra imagens em 3D de joalharia de ouro antiga. Gold Jewellery
MUESEU VIRTUAL »
Dê uma volta pelo nosso museu virtual, com artigos que vão desde moedas e cerâmica até fósseis e brinquedos. Virtual Museum

Governo


Escolha a Categoria

Rainha Isabel II e Príncipe Filipe, Duque de Edimburgo, visitam os EAU

24/11/2010


A convite de Sua Alteza Xeique Khalifa bin Zayed Al Nahyan, Presidente dos Emiratos Árabes Unidos e Governante de Abu Dhabi, Sua Majestade a Rainha Isabel II e o Príncipe Filipe, Duque de Edimburgo, chegam a Abu Dhabi na quarta-feira, dia 24 de Novembro, a fim de efectuar a sua segunda visita de estado aos EAU – tendo a primeira ocorrido em 1979. Sua Alteza o Duque de York e o Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Deputado William Hague acompanham Sua Majestade nesta visita.
Durante a visita, Sua Majestade dirigir-se-á à Grande Mesquita Xeique Zayed e prestará homenagem junto ao túmulo do falecido Xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan, o fundador dos EAU. Foi o saudoso Xeique Zayed quem recebeu Sua Majestade aquando da sua visita aos EAU em 1979.
Entre diversos eventos, Sua Majestade participará numa cerimónia comemorativa do início da construção do Museu Nacional Zayed. Este evento permitirá pela primeira vez levantar o véu sobre o projecto do Museu Nacional Zayed, revelando-o ao público. O museu será construído na Ilha de Saadiyat, ao largo da costa de Abu Dhabi.
A Embaixada Britânica realizará um evento para celebrar a parceria especial entre o Reino Unido e os EAU. No centro do evento estará uma reafirmação do Tratado de Amizade de 1971 entre o Reino Unido e os EAU. O acordo será assinado pelos ministros dos negócios estrangeiros de ambos os países.
Este evento contará também com várias actuações artísticas, incluindo um recital de poemas pelos vencedores de um concurso de poesia do British Council.
O foco primário das cerimónias será o almoço oferecido no Palácio Al Mushrif, em honra de Sua Majestade, por Sua Alteza Xeique Khalifa bin Zayed Al Nahyan, Presidente dos EAU e Governante de Abu Dhabi. Haverá uma salva de 21 tiros de canhão e uma Guarda de Honra, seguidas de um banquete de Estado, na presença de xeiques de elevada senioridade e convidados VIP das comunidades britânica e emiratense.
De tarde, Sua Alteza Real o Duque de Edimburgo encontrar-se-á com ex-alunos de uma série de instituições de treino de defesa britânicas e assistirá a um desfile aéreo de aviões militares britânicos e dos EAU.
Além destes eventos principais, Sua Majestade terá uma Audiência Privada com Sua Alteza Xeique Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente e Primeiro-ministro dos EAU e Governante do Dubai, durante a qual ambos discutirão a importância das relações bilaterais dos seus países.
Sua Majestade incluirá também na sua agenda a cerimónia de investidura e concessão de título honorífico a Sir Maurice Flanagan KBE, Vice-Presidente Executivo da Emirates Airline and Group, e à Dra. Maha Barakat OBE, Chefe do Centro de Diabetes do Imperial College London em Abu Dhabi. Sir Maurice e a Dra. Barakat vão receber estas honras pelos contributos excepcionais que deram nos seus respectivos campos da aviação e da saúde. – Emirates News Agency, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU associam-se a esforços internacionais para aliviar efeitos de catástrofes e crises

18/08/2010


Os EAU têm envidado esforços para minorar os efeitos de catástrofes e crises humanitárias em muitos países de todo o mundo. Os EAU não se pouparam a quaisquer esforços para oferecer auxílio humanitário às vítimas, a fim de aliviar o seu sofrimento.
Sob as directrizes do Vice-Presidente e Primeiro Ministro dos EAU e Governante do Dubai, Sua Alteza Xeique Mohammed bin Rashid Al Maktoum, os EAU são agora um dos principais países doadores que apoiam as causas humanitárias, para ajudar a fazer face às repercussões de crises a nível global.
A Autoridade do Crescente Vermelho afirmou, na sua declaração por ocasião do Dia Mundial do Trabalho Humanitário, que os EAU têm seguido um percurso exemplar e único na oferta de auxílio a todos aqueles que dele necessitam, independentemente da raça, género ou religião. - Emirates News Agency, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Abu Dhabi distinguido com prémio "Making a Difference" pelos seus esforços no sentido de atingir a transparência

14/07/2010


San Diego, Califórnia – O emirado de Abu Dhabi foi distinguido na segunda-feira pelos seus esforços no sentido de alcançar uma governação aberta e transparente, através da sua adopção de software geográfico e de dados abrangendo todos os departamentos governamentais.
Numa conferência que atraiu mais de 13.000 pessoas de 110 países de todo o mundo em San Diego esta semana, o prémio “Making a Difference” (Fazendo a Diferença) foi entregue a Mohammed Ahmed Al Bowardi, o secretário-geral do Conselho Executivo de Abu Dhabi.
A Conferência de Utilizadores Internacionais ESRI é organizada pelo Instituto de Investigação de Sistemas Ambientais (ESRI) em San Diego, Califórnia, e tem lugar de 12 a 16 de Julho.
Segundo reporta o "The National", Jack Dangermond, presidente e fundador da empresa de software Esri e anfitrião da conferência, louvou Al Bowardi, dizendo que ele era “notável” e oferecendo-lhe o prémio por implementar a partilha de dados geoespaciais entre entidades governamentais. As diligências de Abu Dhabi no sentido de estabelecer os serviços de governo electrónico para cidadãos e empresas tiveram início há dois anos.
"Vejo que estas pessoas estão a trabalhar em conjunto e a construir infra-estruturas que funcionam,” enalteceu Dangermond. "São um povo humilde e modesto.” E salientou ainda o auxílio oferecido por Abu Dhabi ao Haiti e ao Afeganistão.
No seu discurso de agradecimento, Al Bowardi falou de um governo com departamentos e agências a funcionar de uma forma totalmente integrada e natural como o corpo humano, dando uma resposta instantânea a quaisquer alterações ou exigências.
"A nossa liderança estabeleceu o objectivo de ter um dos governos com melhor desempenho do mundo," notou Al Bowardi, que encabeçou uma delegação de mais de 70 emiratenses a San Diego.
A Iniciativa de Dados Especiais de Abu Dhabi (AD-SDI) é um pilar chave da modernização dos serviços do governo de Abu Dhabi, que está a ser implementada sob a direcção de Sua Alteza, General Xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Vice-Comandante Supremo das Forças Armadas dos EAU.
A AD-SDI foi projectada para poupar cerca de 230 milhões de dirhams, evitando duplicações e proporcionando informação exacta para a oferta de uma gama de serviços governamentais, que abarcam desde a protecção ambiental à segurança e ao ordenamento das cidades.
Estão a participar no projecto mais de 40 instituições governamentais, académicas e privadas em Abu Dhabi. O software permite aos utilizadores, que vão desde os governos às agências de segurança e às empresas, criar mapas geográficos e de dados utilizando informação que pode ser recolhida de uma vasta diversidade de fontes, incluindo, cada vez mais, cidadãos com dispositivos portáteis.
A população do emirado é de menos de 20 milhões de pessoas, contudo, o progresso alcançado no sector dos sistemas de informação geográfica, adoptados no processo de tomada de decisão, levou à selecção das cidades de Abu Dhabi e Nova Iorque/Manhattan para comparar os indicadores de desempenho em ambas as cidades, que beneficiaram com o impacto do crescimento da população no seu desenvolvimento urbano. - Emirates News Agency, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Alfândegas de Abu Dhabi assinam Memorandos de Entendimento com a Autoridade da Imigração e Alfândegas dos EUA

10/06/2010


As Alfândegas de Abu Dhabi, uma direcção subsidiária do Departamento das Finanças de Abu Dhabi, assinaram dois memorandos de entendimento e cooperação recentemente com a Autoridade da Imigração e Alfândegas dos Estados Unidos.
Esta iniciativa enquadra-se nas directivas de Sua Alteza, Xeique Mohammed bin Khalifa bin Zayed Al Nahyan, Presidente do Departamento de Finanças de Abu Dhabi, e nas acções de melhoramento das relações bilaterais e de intercâmbio de informação entre Abu Dhabi e os EUA.
Os dois acordos foram assinados, durante uma cerimónia especial realizada na sede da Autoridade da Imigração e Alfândegas em Washington, por Saeed Ahmed Al Muhairi, Director-Geral das Alfândegas de Abu Dhabi, e por George Morton, Secretário Adjunto da Autoridade da Imigração e Alfândegas dos EUA.
O MdE visa melhorar o intercâmbio de informação entre as partes, a fim de apoiar as investigações aduaneiras, aplicar e administrar a legislação aduaneira e partilhar informação de uma forma directa e imediata. Além disso, irá facilitar o intercâmbio das melhores práticas e técnicas de aplicação da lei e oferecer apoio pleno em questões de processamento legal e investigação. O Memorando de Cooperação procura aumentar o nível de cooperação e amizade entre os dois países nos campos do combate aos crimes relacionados com violações da legislação aduaneira. Visa também oferecer assistência técnica e consultoria no estabelecimento e desenvolvimento da Academia das Alfândegas de Abu Dhabi no Departamento das Finanças. Durante a cerimónia de assinatura, Al Muhairi comentou: "A assinatura destas convenções está em harmonia com as orientações de Sua Alteza, Xeique Mohammed bin Khalifa bin Zayed Al Nahyan, no sentido de promover e aumentar os canais de cooperação com vários países. Os acordos testemunham também o compromisso continuado das Alfândegas de Abu Dhabi no sentido de aplicar todas as ferramentas e melhores práticas e programas de formação globais, tendo em mente a importância de proteger as fronteiras dos EAU e a segurança dos seus cidadãos".
"Os acordos com a Autoridade da Imigração e Alfândegas dos Estados Unidos revestem-se de particular importância, tendo em atenção a representação geográfica desta autoridade. Ela tem mais de 63 gabinetes de representação em todo o mundo e é considerada a representante oficial do Departamento de Segurança Interna dos EUA no exterior do país”, acrescentou ele.
Por seu lado, George Morton, Secretário Adjunto da Autoridade da Imigração e Alfândegas dos EUA, frisou: "A Autoridade da Imigração e Alfândegas está empenhada em promover os esforços de cooperação entre os Estados Unidos e o Emirato de Abu Dhabi, especialmente nos domínios do processamento do crime, além das violações da lei alfandegária e da imigração transfronteiriça. Esperamos que o futuro sucesso da Academia das Alfândegas de Abu Dhabi seja um exemplo a replicar em países vizinhos, assim como um êxito reflectindo o compromisso firme e contínuo entre nós".
A Direcção Geral das Alfândegas, do Departamento das Finanças de Abu Dhabi, presta grande atenção aos acordos conjuntos com entidades locais e regionais visando o desenvolvimento da economia nacional. Eles servem também para aumentar a utilização dos melhores sistemas para a protecção da sociedade e a agilização das operações aduaneiras. – Emirates News Agency, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Nova lei sobre as falências a ser anunciada nos EAU dentro de meses

17/12/2009


Espera-se para dentro de alguns meses o anúncio de uma lei abrangente de protecção contra as falências pelo governo federal dos EAU. Esta lei revista dará protecção jurídica adequada a empresas em situação de stress financeiro, declarou um alto funcionário do governo do Dubai.
"O governo está a trabalhar na promulgação de uma lei pormenorizada sobre as falências/a insolvência que protegerá as empresas em stress financeiro e as ajudará a melhorar a sua situação," declarou Hamad Bu Amim, director-geral da Câmara de Comércio e Indústria do Dubai à Gulf News. "Esta lei está totalmente formulada e poderá entrar brevemente em vigor."
Esta notícia surge um dia depois de o governo do Dubai anunciar um quadro legal para lidar com a recalendarização do pagamento das dívidas da Dubai World, estabelecendo um tribunal sob a alçada do Centro Financeiro Internacional do Dubai (DIFC).
Jennifer Bibbings, chefe do departamento corporativo da empresa de advogados Trowers & Hamlins, disse: "As actuais disposições relativas às falências no quadro do Código Comercial dos EAU são insuficientes e necessitam de ser desenvolvidas. Acreditamos que a adopção do código de insolvência utilizado no DIFC e o estabelecimento do tribunal constituirão uma solução positiva e pragmática para as preocupações que se têm manifestado."
Essam Al Tamimi, sócio gerente da Al Tamimi and Co, comentou: "A nova lei poderá ser decretada dentro de meses. O governo iniciou o trabalho nessa lei antes de a crise ter afectado as empresas aqui e ela encontra-se numa fase avançada."
A Lei sobre as Empresas Comerciais dos EAU contém algumas disposições sobre as falências. "Existe uma lei sobre as falências que está desactualizada e os EAU necessitam agora de uma lei mais pormenorizada para lidar com as falências de uma forma mais adequada," frisou Al Tamimi. Ele adiantou ainda que o governo dos EAU está a examinar alguns dos melhores modelos de leis de protecção contra as falências, incluindo um modelo concebido pelas Nações Unidas. As leis desenvolvidas pela ONU ajudarão em casos em que homens de negócios estrangeiros optaram pelo caminho mais fácil fugindo dos EAU e deixando as suas dívidas para trás. Muitos bancos locais têm casos pendentes contra empresas que lhes devem milhões.
Bu Amim afirmou que a lei existente necessita de ser elaborada. “Há certas disposições para as insolvências na nossa legislação comercial. Contudo, existe uma necessidade de uma lei abrangente para as empresas."
Os EAU “sempre se mostraram unidos”, realçou ontem o ministro dos negócios estrangeiros, Xeique Abdullah bin Zayed Al Nahyan, comentando o apoio financeiro de 10 mil milhões de dólares (36,7 mil milhões de dirhams) oferecido por Abu Dhabi ao Dubai. “A federação demonstrou aos que duvidavam da sua unidade que estavam enganados”, disse ele numa entrevista em Kuwait City. "Basta olhar para a nossa história e poderemos verificar que os emiratos sempre se apoiaram todos entre si”. - Gulf News

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Polícia implementa a segunda fase da campanha nacional de segurança rodoviária

13/08/2009


A polícia anunciou ontem que começou a segunda fase da sua campanha nacional de segurança rodoviária. A campanha Salama de Sensibilização Pública para a Segurança Rodoviária, lançada de forma a coincidir com o Ramadão, concentrar-se-á nos perigos da condução imprudente, em particular entre os jovens emiratenses, informaram os altos funcionários.
Mas o Coronel Hamad al Shamsi, o chefe do departamento de tráfego e patrulhas de Abu Dhabi, comentou que toda a população beneficiaria. “Um acidente só leva uns segundos a acontecer e pode facilmente resultar em morte.
"Ninguém quer sentir culpa perante os seus entes queridos devido a um comportamento injustificado,” disse ele. Uma representante da Salama informou que a campanha estava a ser dirigida aos emiratenses porque eles “constituem 25 por cento das vítimas cujas vidas estamos a perder nas estradas”.
"O nosso papel é desenvolver os conhecimentos deles e também proteger-lhes a vida, de uma forma ou de outra,” confiou ela.
Esta iniciativa está a ser levada a cabo pelo Ministério do Interior e a Fundação Emiratos, em colaboração com diversas empresas privadas, organizações não governamentais e outros departamentos governamentais.
A primeira fase teve início em Novembro; a segunda, que está planeada para a televisão, cinemas e rádio, descreverá ou mostrará acidentes e pormenorizará os erros que lhes deram origem.
A primeira fase da campanha incluirá Basil Shaaban, um profissional de corridas de automóveis que falou com alunos universitários sobre os perigos do tráfego.
Ele disse que, a cada 35 horas, um membro de uma família emiratense perde a sua vida num acidente rodoviário. As mortes na estrada, disse ele, podem ser reduzidas em 50 por cento se os motoristas usarem cintos de segurança e obedecerem aos limites de velocidade.
Um funcionário da polícia negou também ontem reivindicações feitas em mensagens de texto com grande circulação de que o limite máximo de velocidade nas estradas locais tinha sido secretamente alterado. Contudo, o Coronel Hussein al Harethi da Polícia de Abu Dhabi indicou que os limites em algumas estradas poderão ser alterados futuramente. - The National

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Um passo gigante para os EAU

29/07/2009


Na semana passada, uma equipa de técnicos carregou o primeiro satélite dos EAU no nariz da fuselagem de um míssil soviético convertido. Esta noite, após três anos de preparação, o DubaiSat-1 deverá ser lançado em órbita.
O director do projecto Salem Al Marri contou que a equipa está a aguardar ansiosamente o lançamento, do Cosmódromo de Baikonur, uma antiga base militar soviética no Cazaquistão.
"Já estamos a trabalhar neste projecto há tanto tempo. Quase nem consigo acreditar que vamos concluí-lo dentro dos próximos dias,” confessou ele ao Khaleej Times numa entrevista telefónica a terça-feira passada.
Exactamente às 22h46, o satélite deverá ser lançado para o espaço juntamente com cinco outros satélites de vários pontos do mundo, a bordo de um foguete Dnepr convertido. Este orbitará a Terra a 680 km acima do solo, a uma velocidade de 27.000 kph.
O DubaiSat-1 foi construído por uma empresa sul-coreana com a cooperação de 16 técnicos dos EAU e foi enviado para o Cazaquistão no início de Julho. Desde então, a equipa do Instituto de Ciência e Tecnologia Avançadas dos Emiratos tem estado a verificar repetidamente os sistemas a bordo. “Se ocorrer um problema com os sistemas a bordo, não podemos alterar nada uma vez que o satélite se encontre no espaço,” comentou Al Marri.
O satélite, que custou 184 milhões de dirhams a pesquisar e a construir, deverá ter uma vida útil de cinco anos.
Está já planeado um segundo satélite, o DubaiSat-2, que será construído numa nova instalação nos EAU, em vez de no estrangeiro, informaram responsáveis no mês passado. O lançamento acontece nove dias depois de o mundo ter celebrado o 40º aniversário da chegada da Apollo à Lua. “Parece-me auspicioso o facto de o lançamento ocorrer tão próximo do aniversário das alunagens,” disse Al Marri na terça-feira passada. "Faremos os possíveis para que este projecto constitua um passo em frente considerável para o nosso país.” - Khaleej Times

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU cimentam as suas relações com os países africanos

10/06/2009


O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Sua Alteza Xeique Abdullah bin Zayed Al Nahyan, declarou que a sua recente visita a diversos países africanos se insere num quadro de manutenção de contactos com países amigos a fim de melhorar as perspectivas de cooperação entre os EAU e esses países.
O Xeique Abdullah proferiu essas palavras no final do seu périplo por diversos países africanos, nomeadamente os Camarões, República Centro-Africana, Serra Leoa, Lesoto, África do Sul, Uganda, Tanzânia, Moçambique e Zâmbia. Ele foi acompanhado nestas deslocações por uma delegação composta pelo Ministro de Estado, Reem Ibrahim Al-Hashimi; Embaixador dos EAU na África do Sul, Ismael Obaid Al-Ali; Director do Departamento de Assuntos Asiáticos do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Isa Abdullah Al-Basha; Director-Geral do Fundo para o Desenvolvimento de Abu Dhabi, Mohammed Saif Al-Suwaidi; representantes da Autoridade do Crescente Vermelho dos EAU e outros altos funcionários dos EAU.
O Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU comunicou aos chefes de estado dos países que visitou as saudações do Presidente, Sua Alteza Xeique Khalifa bin Zayed Al Nahyan; do Vice-Presidente e Primeiro-Ministro dos EAU e Governante do Dubai, Sua Alteza Xeique Mohammed bin Rashid Al Maktoum; e do Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Vice-Comandante Supremo das Forças Armadas dos EAU, Sua Alteza General Xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan, assim como os seus votos de mais progresso e prosperidade para esses países e os seus povos. O ministro assegurou-os também do empenhamento dos EAU em reforçar as relações de cooperação e amizade com os seus respectivos países, aumentando o volume do investimento nesses países e incentivando os investidores dos EAU a investir neles.
O Xeique Abdullah notou que os EAU e os países africanos estão vinculados por relações muito fortes em várias áreas, acrescentando que a sábia liderança dos EAU está empenhada em identificar nos países africanos áreas de oportunidades para a cooperação bilateral no campo da economia, comércio e investimento. "Identificámos, durante a nossa visita a estes países africanos, as suas necessidades e já demos conhecimento das mesmas aos organismos relevantes no nosso país,” sublinhou ele, acrescentando que a África oferece vastíssimas oportunidades de investimento.
Ele manifestou também a esperança de que esta visita ajude a reforçar as relações de amizade e cooperação conjunta com os países africanos e a elevá-las a níveis bastante ambiciosos. – Emirates News Agency, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Os EAU e a França assinam diversos acordos na presença de Khalifa e Sarkozy

27/05/2009


Os EAU e a França assinaram ontem no Palácio Al Mushrif diversos acordos e memorandos de entendimento nos campos da segurança, defesa e representação diplomática, na presença do presidente, Sua Alteza Xeique Khalifa bin Zayed Al Nahyan, e do presidente francês Nicholas Sarkozy.
O acordo sobre segurança foi assinado em nome dos EAU pelo Vice-Primeiro-Ministro e Ministro do Interior, Sua Alteza Tenente-General Xeique Saif bin Zayed Al Nahyan, e pela parte francesa pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros francês Bernard Kouchner. O acordo de defesa foi assinado pelo lado dos EAU pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros Sua Alteza Xeique Abdullah bin Zayed Al Nahyan e, pelo lado francês, pelo Ministro da Defesa francês Harvey Moran.
Os EAU e a França assinaram ainda um Memorando de Entendimento (MdE) sobre a representação diplomática. Este foi assinado em nome dos EAU pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU e, pelo lado francês, pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros de França.
Al Mubadala e o Fundo de Investimento Estratégico assinaram o MdE. Sua Excelência Khaldoun Khalifa Al Mubarak, Presidente da Autoridade dos Assuntos Executivos, assinou em nome dos EAU e Michel Jil, CEO do Fundo de Investimento Estratégico, assinou em nome da França. – Emirates News Agency, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Questão sobre vídeo encaminhada para o Ministério Público de Abu Dhabi

12/05/2009


Abu Dhabi, 11 de Maio de 2009 (WAM) – O Departamento Judiciário de Abu Dhabi anunciou hoje, num comunicado de imprensa, a sua aceitação da recomendação do seu Gabinete de Direitos Humanos de encaminhar todos os documentos relacionados com o vídeo recentemente divulgado na comunicação social, que mostra os maus-tratos a um indivíduo, para o Ministério Público de Abu Dhabi.

O Gabinete de Direitos Humanos solicitou ao Ministério Público que efectue uma investigação completa e aprofundada ao incidente ilustrado, imediatamente e sem demora, e tome todas as medidas legais necessárias, tal como estipulado pela legislação dos Emiratos Árabes Unidos.

Tendo revisto o vídeo difundido e falado com a vítima envolvida, num esforço para recolher informações sobre os factos em volta deste incidente e as pessoas que perpetraram, presenciaram, observaram, participaram ou, de alguma outra forma, estiveram envolvidas nos actos ilustrados no vídeo, o Gabinete de Direitos Humanos recomendou que o caso seja de imediato encaminhado para o Ministério Público para investigação e as medidas apropriadas.

Estas medidas servem para assegurar o cumprimento e execução de todas as obrigações de direitos humanos, que toda a legislação nacional seja aplicada com igualdade e transparência a todos os cidadãos e que o país prossiga os seus esforços para respeitar o estado de direito e proporcionar a todos os indivíduos dos Emiratos julgamentos justos e equitativos e a oportunidade de serem ouvidos.

O Gabinete de Direitos Humanos recomendou também que o Ministério Público de Abu Dhabi, de imediato e sem demora, tome algumas medidas interinas necessárias enquanto se aguarda a conclusão das suas investigações. Estas acções incluem emitir ordens suspendendo os envolvidos de todas as funções oficiais que exerçam, se aplicável, impedi-los de viajar para o exterior dos EAU e detê-los até se chegar à conclusão das investigações. Nos termos do Artigo 25º da Constituição dos EAU, estas medidas devem ser aplicadas a todos os suspeitos identificados neste caso, incluindo o Xeique Issa bin Zayed Al Nahyan.

Dando seguimento a estas recomendações, o Ministério Público lançou oficialmente uma investigação criminal aos eventos ilustrados no vídeo e deteve o Xeique Issa bin Zayed Al Nahyan enquanto se aguarda o resultado desta investigação.

Além disso, o Gabinete de Direitos Humanos emitiu recomendações adicionais ao Departamento Judiciário de Abu Dhabi em consequência da sua análise. Estas incluem o estabelecimento de uma unidade especializada no Ministério Público, que será responsável por investigar e processar judicialmente as queixas no domínio dos direitos humanos. O Gabinete de Direitos Humanos recomendou também que seja implementada em todos os Emiratos uma formação mais intensiva e especializada em princípios e obrigações internacionais de direitos humanos, focalizando-se em particular na actualização dos currículos de institutos de formação judicial e academias da polícia.

Na sua declaração, o Departamento Judiciário indicou ainda que o Gabinete de Direitos Humanos afirmou, no seu relatório, o direito dos indivíduos de apresentar queixas sobre o abuso ou infracção de direitos e liberdades às autoridades relevantes, incluindo o Ministério Público e as autoridades judiciárias, tal como previsto no Artigo 41º da Constituição dos EAU.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Hamdan bin Zayed encontra-se com Schroeder

25/02/2009


O Vice-Primeiro-Ministro dos EAU, Sua Alteza Xeique Hamdan bin Zayed Al Nahyan, recebeu ontem no seu Palácio de Al Nakheel o ex-chanceler alemão e Presidente da Associação de Amizade Emiratense-Alemã Gerhard Schroeder, que se encontra presentemente de visita ao país.
Durante a reunião, discutiram as relações bilaterais entre os EAU e a Alemanha e exploraram formas para as fomentar nos campos da economia, tecnologia, indústria e turismo.
O Xeique Hamdan sublinhou a necessidade de reforçar as relações bilaterais entre os dois países, pois os líderes de ambas as nações manifestaram já o seu empenhamento neste sentido.
Schroeder comentou que a sua visita contribuirá para melhorar as relações entre os EAU e a Alemanha e notou que está em curso uma nova fase de parcerias e investimentos conjuntos entre os dois países que alicerçará firmemente estas relações. – Agência Noticiosa dos Emiratos, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU apoiam os esforços de paz na região

24/12/2008


O Vice-Presidente e Primeiro Ministro dos EAU e Governante do Dubai, Sua Alteza Xeique Mohammed bin Rashid Al Maktoum, expressou o apoio dos EAU aos esforços de promoção e lançamento dos alicerces da paz e estabilidade na região em cooperação com diversos países do mundo sob os auspícios da ONU. "É do interesse dos EAU, da região e do mundo em geral que prevaleçam a cultura de coexistência pacífica e diálogo mútuo entre as culturas e as nações com base no respeito e no reconhecimento mútuos,” disse o Xeique Mohammed hoje em conversações com elementos do Comité da Banca do Senado dos EUA em visita. O Xeique Mohammed e os quatro senadores trocaram pontos de vista sobre diversos tópicos económicos de interesse mútuo e exploraram formas de reforçar os mecanismos da cooperação conjunta. No contexto da análise da situação no Médio Oriente e no Golfo, o Xeique Mohammed comunicou à delegação do Congresso dos EUA a sua visão para alcançar a paz e a estabilidade na região, que se traduz em conquistar a justiça, igualdade e liberdade para os povos da região. O Xeique Mohammed descreveu estes factores como chave para atingir as aspirações de paz, segurança e desenvolvimento na região.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU oferecem 550 milhões de dólares para a reconstrução do Afeganistão

27/11/2008


Os EAU comprometeram-se a contribuir com 550 milhões de dólares para a reconstrução e estabilidade do Afeganistão de 2002 até Outubro de 2008, anunciou um alto funcionário dos EAU esta semana. O Adjunto do Subsecretário de Assuntos Políticos do Ministério dos Negócios Estrangeiros dos EAU, Dr. Tariq Al Haidan, disse aos delegados da Conferência Internacional sobre o Retorno e a Reintegração dos Refugiados Afegãos que o auxílio económico e a assistência humanitária, abrangendo infra-estruturas, saúde, educação e defesa, confirmam o apoio do governo dos EAU à reconstrução e ao desenvolvimento do Afeganistão. E acrescentou que as agências humanitárias e de auxílio dos EAU tinham também financiado uma série de projectos, dos quais os mais importantes foram a Universidade Xeique Zayed em Cabul, a Cidade Xeique Mohammed bin Rashid em Kandahar, um orfanato e um hospital psiquiátrico. “Ao participar nesta conferência, os EAU sublinham a sua determinação em apoiar os esforços internacionais para a reconstrução do Afeganistão e o retorno dos refugiados,” salientou ele. Segundo o ACNUR, mais de 5 milhões de refugiados afegãos – 20 por cento da população do Afeganistão - regressaram a suas casas desde 2002. A maior parte deles regressou às suas áreas de origem, mas os retornados recentes estão a enfrentar mais dificuldades pois a capacidade de absorção do país atingiu o seu limite actual. Alguns deles – incluindo 30.000 retornados que agora vivem em tendas na região leste – não podem regressar às suas aldeias devido à insegurança, a uma falta de terras, abrigos, serviços básicos ou oportunidades de emprego. Estas dificuldades são agravadas por uma crise alimentar e uma seca rigorosa, forçando milhares de famílias desesperadas a abandonar as suas casas e a encaminhar-se para outros distritos e até mesmo para os países vizinhos, o Irão e o Paquistão.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

MNE dos EAU, Abdullah Bin Zayed, reúne-se com altos funcionários da UE, Abbas, Blair, Karzai, pares e líderes em Nova Iorque

02/10/2008


As relações bilaterais entre os EAU e outros países, assim como questões de interesse mútuo estiveram no centro de reuniões que juntaram o Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU, Sua Alteza Xeique Abdullah Bin Zayed Al Nahyan, e líderes e ministros dos negócios estrangeiros pares de outros países, durante a 63ª sessão da Assembleia Geral da ONU.
O Xeique Abdullah e Mahmoud Abbas, Presidente da Autoridade Nacional Palestiniana (ANP), discutiram os mais recentes desenvolvimentos nas áreas da política, segurança e economia nos territórios palestinianos e o Xeique Abdullah reiterou o apoio dos EAU à ANP e a oposição do país à expansão dos colunatos israelitas nos Territórios Palestinianos ocupados.
Noutra reunião, o Xeique Abdullah e Tony Blair, o actual Enviado Especial do Quarteto para a Paz no Médio Oriente, analisaram as negociações entre a Palestina e Israel e os esforços do Quarteto para ultrapassar os obstáculos e melhorar a situação humanitária dos palestinianos vítimas da ocupação e práticas israelitas.
O Xeique Abdullah e o Ministro dos Negócios Estrangeiros do Iraque Hoshyar Zebari discutiram formas de continuar a promover as relações diplomáticas e económicas bilaterais entre os EAU e o Iraque.
Entre outros, o Xeique Abdullah avistou-se também com o Ministro dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão, Rangin Dadfar Spanta, e com a Comissária Europeia para as Relações Externas e Políticas de Vizinhança Europeia da UE, Benita Ferrero-Waldner, para discutir as posições dos EAU e da UE sobre questões regionais e internacionais, e em particular os mais recentes desenvolvimentos nos Territórios Palestinianos ocupados, no Iraque e Afeganistão, assim como o programa nuclear do Irão e ainda as negociações sobre um acordo de comércio livre entre o Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) e a UE.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

O ACNUR e a ACV louvam a iniciativa da Xeique Fatima de lançamento de um fundo para as mulheres e crianças refugiadas

18/09/2008


O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e a sua parceira Autoridade do Crescente Vermelho (ACV) dos Emiratos Árabes Unidos, sob o patrocínio de Sua Alteza a Xeique Fatima Bint Mubarak, estão a lançar uma grande campanha de mobilização de fundos para ajudar as mulheres e crianças refugiadas e deslocadas de todo o mundo.
A campanha para o “Fundo Xeique Fatima para Mulheres Refugiadas” foi lançada de forma a coincidir com o mês sagrado do Ramadão. Este esforço de mobilização de fundos beneficiará mulheres e crianças refugiadas. Os frutos da campanha apoiarão os projectos do ACNUR nas áreas da educação feminina, subsistência, saúde e nutrição para algumas das mulheres e crianças deslocadas mais vulneráveis do mundo.
"Sua Alteza a Xeique Fatima criou este fundo especial tendo em consideração as necessidades tremendas das mulheres e crianças refugiadas afectadas pelo deslocamento forçado," disse Sua Excelência o Dr. Ali Abdullah AlKabbi, Presidente do Conselho da Autoridade do Crescente Vermelho dos EAU.
"A campanha constitui um notável marco na parceria entre o ACNUR e a Autoridade do Crescente Vermelho dos EAU." A campanha de 90 dias teve início na terça-feira e inclui uma série de spots na rádio e na televisão que serão transmitidos nas principais cadeias de rádio e televisão dos EAU e nos quais figurarão mulheres e crianças refugiadas. Haverá também uma campanha de cartazes exibidos em centros comerciais e em painéis publicitários. Campos de refugiados simulados, anúncios públicos, stands e tendas desmontáveis estarão em evidência nos Aeroportos Internacionais do Dubai e de Abu Dhabi, em centros comerciais de todos os Emiratos, e em cruzamentos de estradas principais em Abu Dhabi, assim como nas universidades.
"Este apoio é muito necessário para centenas de milhares de mulheres e crianças deslocadas em dificuldades e constitui uma demonstração significativa de solidariedade do povo dos Emiratos Árabes Unidos no campo do trabalho humanitário" disse o Sr. Hamdi Bukhari, Representante Regional Adjunto do ACNUR junto do Conselho de Cooperação do Golfo, acrescentando ainda "Os donativos da campanha ajudarão certamente a aliviar o sofrimento das mulheres e crianças refugiadas em todo o globo."
A Xeique Fatima bint Mubarak é a esposa do falecido Xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan e presidente da União Geral das Mulheres dos EAU, e também uma grande promotora de melhoramentos na vida das mulheres do seu país. A Xeique Fatima sempre apoiou projectos que visam melhorar as condições de vida das mulheres refugiadas em muitas partes do mundo. – Agência Noticiosa dos Emiratos

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Mohammed bin Zayed recebe a Secretária de Estado dos EUA na Reunião de Ministros dos Negócios Estrangeiros do CCG

25/07/2008


Sua Alteza General Xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Vice-Comandante Supremo das Forças Armadas dos EAU, recebeu em Abu Dhabi a Secretária de Estado dos EUA Condoleezza Rice, que se encontra presentemente a visitar os EAU para participar numa reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros do CCG, Egipto, Jordânia, Iraque e Estados Unidos em Abu Dhabi.
Durante a reunião, que contou com a presença do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Sua Alteza Xeique Abdullah bin Zayed Al Nahyan, o Xeique Mohammed reiterou o grande interesse dos EAU, sob a sábia liderança do Presidente, Sua Alteza Xeique Khalifa bin Zayed Al Nahyan, em apoiar todos os esforços regionais e internacionais no sentido de alcançar a segurança, paz e estabilidade na região. Ele expressou a esperança de que prevaleçam o diálogo diplomático e as iniciativas de paz na região.
O Xeique Mohammed e Condoleezza Rice reavaliaram as relações bilaterais e formas de as estimularem. Trocaram também opiniões sobre questões regionais e internacionais, assim como sobre os esforços que estão a ser envidados para se chegar a uma paz abrangente e duradoura no Médio Oriente, e os desenvolvimentos no Iraque e no Líbano.
A Secretária de Estado dos EUA informou o Xeique Mohammed sobre as conclusões das conversações de Genebra, o progresso relativamente ao dossiê nuclear do Irão e o objectivo da sua visita à região.
Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos países do CCG, Egipto, Jordânia, Iraque e Estados Unidos iniciaram ontem a sua reunião conjunta no Palácio dos Emiratos em Abu Dhabi. – Agência Noticiosa dos Emiratos, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Xeique Lubna: A visão do governo impulsiona o desenvolvimento do ambiente comercial

09/05/2008


Sua Excelência Xeique Lubna Al Qasimi, Ministra do Comércio Externo dos EAU, apresentou as linhas gerais da visão e plano estratégicos dos EAU durante um almoço de negócios oferecido pelo Conselho de Negócios Suíço no Dubai a membros locais e europeus do Conselho de Negócios Suíço e representantes da Comissão do Comércio Austríaca.
A xeique louvou os Conselhos nacionais pelos seus importantes contributos para a meta do país de alcançar um crescimento económico sustentado, salientando que os EAU conseguiram reforçar a sua quota do comércio global, em 150,4 mil milhões de dirhams, para um milhão de milhões de dirhams em 2007, colocando o país entre os 30 principais do mundo.
A Xeique Lubna citou então os Conselhos de Negócios Suíços no Dubai e em Abu Dhabi, em particular pela sua decisiva influência na promoção de oportunidades comerciais no país. "Estes organismos sem fins lucrativos e com gestão independente têm promovido agressivamente os interesses e actividades de empresas e indivíduos com interesses nas relações entre os EAU e a Suíça”, comentou ela.
"Na minha capacidade de recém-nomeada Ministra do Comércio Externo dos EAU, gostaria de vos assegurar a todos que estou inteiramente empenhada em reforçar ainda mais as nossas relações económicas. Estou presentemente a concentrar-me em reformas regulamentares chave e numa mais atenta implementação de políticas comerciais que melhorarão o ambiente comercial dos EAU. O meu ministério está também a colaborar com líderes regionais no sentido de fomentar o comércio a nível do Golfo e tornar assim a região um destino internacional de negócios e investimento ainda mais atractivo. Durante o exercício das minhas funções como Ministra da Economia, consegui fazer crescer a taxa de investimento directo estrangeiro para dois dígitos; espero agora atingir o mesmo nível de sucesso na nossa parceria em prol de maior progresso para as nossas respectivas nações," acrescentou Sua Excelência Xeique Lubna. – Agência Noticiosa dos Emiratos, WAM.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU e EUA assinam memorando de entendimento para a cooperação em utilizações pacíficas da energia nuclear

24/04/2008


Manama – O Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU, Sua Alteza Xeique Abdullah bin Zayed Al-Nahyan, e a Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, assinaram ontem no Barém um memorando de entendimento sobre cooperação em utilizações pacíficas da energia nuclear.
Comentando a assinatura do memorando de entendimento, o Xeique Abdullah declarou que “o memorando de entendimento entre os EAU e os EUA representa um excelente exemplo da cooperação que os EAU esperam forjar com estados fornecedores responsáveis na área da energia nuclear pacífica. Há benefícios mútuos potenciais para ambas as partes no aprofundar da cooperação no desenvolvimento do sector da energia nuclear nacional dos EAU."
O Ministro dos Negócios Estrangeiros saudou ainda a perspectiva de negociar um acordo bilateral mais alargado de cooperação na área da energia nuclear pacífica (conhecido como o Acordo da Secção 123 nos Estados Unidos), que estabeleceria a base jurídica necessária para o comércio em materiais nucleares significativos entre os dois países.
A assinatura segue-se ao lançamento público, pelos EAU, do documento político de pormenor sobre a avaliação e o potencial desenvolvimento da energia nuclear pacífica a nível dos EAU. A política dos EAU neste domínio baseia-se nos princípios de total transparência operacional e nas mais rigorosas normas de segurança e não proliferação. Esse documento contém também diversos compromissos e estratégias concebidos para assegurar a defesa destes princípios por qualquer programa nuclear nacional dos EAU, incluindo um compromisso de abstenção do desenvolvimento de qualquer capacidade de enriquecimento ou reprocessamento no país a favor de planos para fornecimento externo de combustível a longo prazo.
Além disso, a política dos EAU prevê uma coordenação estreita e contínua com a IAEA, assim como a cooperação com os governos e empresas de países fornecedores de materiais nucleares responsáveis. O Xeique Abdullah entregou ao seu congénere norte-americano uma nota diplomática apoiando a Iniciativa Global de Combate ao Terrorismo Nuclear.
Os Emiratos Árabes Unidos são a 67ª nação a aderir à Iniciativa, que é uma rede flexível e proactiva de países parceiros que cooperam para lidar com todos os aspectos da ameaça do terrorismo nuclear, através nomeadamente da dissuasão, negação, detecção, confiscação de materiais e resposta. – Agência Noticiosa dos Emiratos, WAM

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Governo dos EAU vai criar Conselho da Competitividade

06/03/2008


O Governo dos EAU vai criar o Conselho Nacional da Competitividade dos Emiratos, uma iniciativa conjunta dos sectores público e privado, com representação do governo federal e local, segundo Sua Excelência Mohammed Al Gergawi, Ministro de Estado para os Assuntos do Gabinete dos EAU. O Conselho desenvolverá e recomendará políticas para estimular a competitividade dos EAU em todas as áreas económicas e sociais.
"O comércio e o investimento são peças vitais nos esforços dos EAU para alcançar a expansão e o crescimento económicos. À medida que a nossa economia se desenvolve, precisamos de compreender e aumentar também as razões que atraem os investimentos estrangeiros e permitem que os novos negócios floresçam numa altura em que a concorrência global está a intensificar-se”, declarou Al Gergawi no seu discurso de abertura do workshop consultivo Doing Business 2008 (Fazer Negócios em 2008), realizado com o patrocínio do gabinete do Primeiro Ministro.
Este workshop integra-se na digressão do Banco Mundial a nível global para discutir o seu relatório Doing Business 2008.
Sua Excelência Engenheiro Sultão Saeed Al Mansouri, Ministro da Economia dos EAU, Sua Excelência Dr. Omar Bin Sulaiman, Governador do Centro Financeiro Internacional do Dubai, e mais de 120 altos funcionários do Governo dos EAU, entidades do governo local e do sector privado participaram no workshop.
Eles analisaram as conclusões principais do relatório, com especial destaque para o ranking dos EAU, propondo um plano de acção para melhorar o ambiente comercial do país e para elevar ainda mais a posição do país como destino propício para os negócios regionais e internacionais.
Al Gergawi realçou o progresso que o governo dos EAU fez para criar um ambiente favorável aos negócios, resultando no posicionamento dos EAU em 8º lugar no Índice de Confiança de Investimento Estrangeiro Directo (FDI Confidence Index) da AT Kearney em 2007. Sublinhando a necessidade de continuar a melhorar sempre mais, acrescentou “Estamos ainda na 37ª posição no relatório de competitividade global do Fórum Económico Mundial e na 68ª posição no relatório Doing Business do Banco Mundial. Apesar de expressar apreensão sobre as metodologias utilizadas na elaboração dos relatórios Doing Business, Al Gergawi notou que continuam a existir desafios que precisam de ser vencidos para que os EAU alcancem os seus objectivos económicos.
Os relatórios Doing Business comparam os regulamentos comerciais e a sua aplicação em 178 países e cidades seleccionadas a nível subnacional e regional. O objectivo é avaliar os regulamentos que têm um impacto directo sobre os negócios, fazer comparações entre todos os países e identificar reformas que introduzam boas práticas.
Dahlia Khalifa, Assessora de Estratégia Sénior da IFC-Banco Mundial, destacou as conclusões chave do Doing Business 2008, estabelecendo uma avaliação comparativa dos EAU quanto à facilidade de fazer negócios. Ela enumerou as directrizes propostas que os EAU poderiam adoptar para prosseguirem um desenvolvimento sustentado e elevarem a sua posição acima do actual 68º lugar. Os EAU estão entre os dez primeiros em termos de regulamentos sobre registo de propriedade (8º lugar) e sobre pagamentos de impostos (4º lugar). Contudo, continuam a existir desafios noutras áreas. “Embora os EAU estejam à frente em diversas áreas, as reformas e alguns indicadores facilitarão os negócios dos empresários nos EAU”, disse a Sra. Khalifa.
O painel do workshop discutiu os reptos que se colocam a quem deseja fazer negócios nos EAU e a importância de desenvolver reformas adequadas para lhes dar resposta.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Criação do cargo de ministra do comércio estrangeiro “é um passo na direcção certa”

21/02/2008


Na segunda-feira, funcionários e economistas elogiaram o estabelecimento de um novo ministério do comércio estrangeiro liderado pela Xeica Lubna Al Qasimi, descrevendo a iniciativa como um passo no sentido de uma maior especialização nas instituições do governo federal.
A crescente diversificação da economia, incluindo a expansão massiva na infra-estrutura comercial, exige esta diligência de apoio aos esforços do país para o tornar no núcleo comercial da região.
"A iniciativa enquadra-se no melhoramento do desempenho do governo, que exige uma maior especialização para fazer face às muitas questões relacionadas com as actividades económicas, que são a espinha dorsal do desenvolvimento global do país," afirmou Saeed Al Merri, vice-director da Autoridade Federal das Alfândegas (FCA).
Ao nível do CCG, os EAU representam já a maior fatia de mercadorias importadas através de outros estados-membros, segundo a FCA.
Os gigantescos desenvolvimentos infra-estruturais para os movimentos de cargas por via aérea e marítima no país farão elevar a posição do país como um dos mais importantes centros de comércio, tanto a nível do Médio Oriente como a nível mundial.
Com um superavit da balança comercial de cerca de 250 mil milhões de dirhams e com um valor de mercadorias reexportadas estimado em cerca de 200 mil milhões de dirhams em 2007, as perspectivas de crescimento do sector são infinitas, na opinião dos economistas.
"A especialização tornou-se necessária em linha com os ambiciosos planos de expansão e diversificação económica do país, incluindo todos os níveis do governo, e o estabelecimento deste novo ministério é uma das manifestações da implementação de uma estratégia nacional introduzida por Sua Alteza Xeique Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente e Primeiro-Ministro dos EAU e Governante do Dubai," declarou o Dr. Nasser Saidi, O Economista-Chefe do DIFC. – Gulf News

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU e França assinam acordo de cooperação nuclear histórico

17/01/2008


O presidente, Sua Alteza Sheikh Khalifa bin Zayed Al Nahyan, e o presidente francês Nicholas Sarkozy testemunharam a assinatura de um histórico acordo de cooperação nuclear bilateral entre os Emiratos Árabes Unidos e a República Francesa.
O acordo, assinado pelo ministro dos negócios estrangeiros dos EAU, Sheikh Abdullah bin Zayed Al Nahyan, e pelo ministro dos negócios estrangeiros e europeus francês Bernard Kouchner, proporciona um quadro para a cooperação entre os dois países para a avaliação e utilização potencial da energia nuclear para fins pacíficos.
Os EAU e a França formarão um comité conjunto de alto nível para fiscalizar a cooperação nas áreas da produção de energia nuclear, dessalinização da água, investigação básica e aplicada e nos campos da agronomia, ciências da terra, medicina e indústria.
Após a assinatura, o Sheikh Abdullah declarou "Os EAU estão a proceder a amplas consultas para criar um quadro responsável para a avaliação e possível implementação de um programa nuclear pacífico, assegurando a adesão às mais rigorosas normas de não proliferação e segurança".
Salientou também que os EAU estão a efectuar consultas de alto nível, de governo para governo, com os governos dos Estados Unidos, Alemanha, França, Rússia, China, Reino Unido, Japão e Coreia de Sul, especificamente para efeitos de elaboração de um documento de política dos EAU sobre a avaliação e a possível implementação de um programa nuclear pacífico nos EAU.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU preparam-se para a exposição de Saragoça, na Espanha

03/01/2008


Os EAU estão a concluir os preparativos para a sua participação na Expo Saragoça, que decorrerá de 14 de Junho a 14 de Setembro de 2008 em Espanha, sob o tema “Água e Desenvolvimento Sustentável.”
No decurso de uma reunião realizada na quarta-feira, com o director do Conselho Nacional dos Média (NMC), o Embaixador dos EAU em Espanha, Sultão Mohammed Al Qartasi, realçou a importância da participação dos EAU na exposição internacional, a par de 96 países, dizendo que os EAU tirarão partido do evento para divulgar os seus esforços no fornecimento de água, protecção do ambiente e pesquisa de fontes de energia renovável.
Disse também à Agência Noticiosa dos Emiratos (WAM) que a participação dos EAU teria um impacto positivo e de grande alcance nas relações entre os EAU e a Espanha, nos campos da informação e do turismo.

O Vice-Presidente do NMC e Chefe do comité de supervisão do pavilhão dos EAU, Salim Saeed Al Ameri, disse que, durante a reunião com o embaixador, tinham sido revistos os mais recentes planos para a criação de um pavilhão de 500 metros quadrados. “Os EAU estão muito interessados em ter uma presença de alto destaque em tais eventos internacionais para demonstrar o seu empenhamento na conservação dos recursos aquáticos”, acrescentou ele.
“Venderemos e promoveremos os EAU através de informação e incentivaremos o turismo através de uma campanha inovadora na qual os visitantes à exposição terão uma ideia do papel e contributos dos EAU para a protecção do meio natural, da vida selvagem e do ambiente marinho”, comentou ele, acrescentando que a campanha procura reflectir os atributos especiais dos EAU como líderes nestas questões, particularmente o exemplo vivo do fornecimento de água através de aflaj (canais de água tradicionais), utilizados há mais de mil anos. Os organizadores prevêem para cima de 8 milhões de visitantes a este empolgante evento de 94 dias.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Mohammed bin Rashid satisfeito com rápida preparação da estratégia do governo

20/12/2007


Liwa – Sua Alteza Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente e Primeiro Ministro dos EAU e Governante do Dubai, expressou a sua satisfação com a agilidade com que a estratégia do governo federal foi preparada.
A estratégia do governo federal, tal como as estratégias relevantes das entidades federais, está agora pronta para implementação, no início de 2008, ano considerado pelo Sheikh Mohammed como "de prosperidade para o nosso país e o nosso povo." Durante a sessão final da reunião extraordinária do gabinete ministerial, concluída ontem em Liwa, a oeste de Abu Dhabi, o Sheikh Mohammed apelou aos ministros para que se concentrem mais em trabalho no terreno “para enfrentar resolutamente os problemas que impedem o fornecimento de serviços de qualidade e para combater a burocracia e o formalismo administrativo." "Com a graça de Alá, o Todo-Poderoso, conseguimos concluir a estratégia dentro do prazo. Este grande sucesso não teria sido alcançado sem o vosso esforço, espírito de equipa e ideias inovadoras,” disse o Sheikh Mohammed aos ministros.
Ele descreveu a estratégia do governo como “um trabalho histórico que marca um novo despontar para o nosso povo, que aspira a melhores níveis de vida, educação, cuidados de saúde, habitação e oportunidades de emprego." "Todos os nossos irmãos e concidadãos, em particular as viúvas e as mulheres divorciadas, devem gozar de acesso a todas as comodidades, incluindo a habitação condigna,” acrescentou ele.
O Sheikh Mohammed elogiou os esforços feitos pelo Sheikh Mansour bin Zayed Al Nahyan, Ministro dos Assuntos Presidenciais e Presidente do Conselho Ministerial para os Serviços.
"No final desta reunião de reflexão informal, quero ouvir novas ideias que ajudem a impulsionar planos para servir os cidadãos da melhor forma. Damos graças à Alá, o Todo-Poderoso, pois o nosso país é abençoado com ricos recursos naturais, homens competentes, educação e conhecimento,” acrescentou. O Sheikh Mohammed salientou que se orgulha das excelentes relações do país com os países irmãos e amigos.
O Vice-Primeiro Ministro, Sheikh Hamdan bin Zayed Al Nahyan, falou em nome dos ministros. Agradeceu ao Sheikh Mohammed e comprometeu-se a corresponder às expectativas do Presidente, Sua Alteza Sheikh Khalifa bin Zayed Al Nahyan, e do Sheikh Mohammed. (Agência Noticiosa dos Emiratos, WAM)

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU oferecem USD 538.000 para actividades da ONU

15/11/2007


Nova Iorque – Os Emiratos Árabes Unidos ofereceram ontem à noite USD 538.000 à ONU para os seus programas de desenvolvimento em 2008.
Numa declaração proferida por Yusuf bin Ghareeb Mahmoud Al-Mahmoud, membro da delegação dos EAU junto da ONU, no decurso de uma reunião realizada na sede da ONU para anunciar donativos a vários organismos da ONU para os seus programas de desenvolvimento em 2008, Al-Mahmoud comunicou que este montante deverá ser gasto da seguinte forma: USD 324.000 para o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), USD 100.000 para a UNICEF, USD 54.000 para o ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), USD 50.000 para o Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e USD 10.000 para o UNITAR (Instituto das Nações Unidas para a Formação e a Investigação).
Al-Mahmoud afirmou que este donativo reflecte o empenhamento dos EAU em prosseguir uma política externa baseada no empoderamento dos governos das nações em desenvolvimento com o objectivo de melhorar a vida dos seus povos. E acrescentou que, nos últimos anos, os EAU aumentaram o volume do seu auxílio a países estrangeiros em cerca de 3,5% do seu produto interno bruto, bem acima do tecto de 0,7% estabelecido pelas conferências da ONU sobre o desenvolvimento.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU continuarão a apoiar os MSF: Hamdan

08/11/2007


O Sheikh Hamdan bin Zayed Al Nahyan, Vice-Primeiro Ministro e Presidente da Autoridade do Crescente Vermelho (ACV) dos EAU afirmou a determinação dos EAU em apoiar programas dos Médecins Sans Frontières (MSF – Médicos sem Fronteiras), para lhes permitir prosseguir a sua contribuição efectiva nos campos humanitário e médico.
"A ACV dedica-se especialmente a desenvolver parcerias com organizações humanitárias internacionais e esforça-se sempre por fomentar relações e coordenar os seus programas com estas agências, pois acredita na urgência da acção colectiva como a única forma de dar resposta aos esmagadores desafios enfrentados pelos que trabalham para oferecer auxílio humanitário," disse o Sheikh Hamdan quando recebeu Jean-Hervy Bradol, Presidente dos MSF, que está presentemente a visitar o país.
O Sheikh Hamdan elogiou também o papel humanitário dos MSF em todo o mundo e expressou o sincero desejo dos EAU de continuar a reforçar a cooperação com esta destacada organização humanitária internacional.
Bradol prestou o seu tributo aos EAU por oferecerem assistência aos países pobres e em desenvolvimento e pela sua rápida prestação de auxílio a pessoas necessitadas em todo o mundo, com o apoio directo do Presidente, Sua Alteza Sheikh Khalifa bin Zayed Al Nahyan e também com o apoio do Sheikh Hamdan. E agradeceu ainda especialmente aos EAU por apoiarem os esforços dos MSF para dar resposta a desastres e calamidades em diversas partes do mundo. Bradol declarou que mantém o Sheikh Hamdan ao corrente dos programas humanitários levados a cabo pela sua organização em algumas regiões atingidas por catástrofes. (Agência Noticiosa dos Emiratos, WAM)

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Mohammed e Brown discutem questões regionais e mundiais

18/10/2007


Os EAU e a Grã-Bretanha sublinharam a necessidade de mobilizar esforços internacionais no sentido de encontrar soluções justas e aceitáveis para as disputas políticas globais, em particular no Médio Oriente, região que é considerada a mais tensa e uma potencial ameaça à paz regional e internacional.

Este apelo foi lançado durante conversações oficiais no nº 10 de Downing Street, entre o Vice-Presidente e Primeiro Ministro dos EAU e Governante do Dubai, Sua Alteza Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, e Gordon Brown, o Primeiro Ministro Britânico. O Sheikh Mohammed exortou Brown a usar os seus bons ofícios para dinamizar os esforços internacionais para alcançar a justiça e a igualdade na região. Brown louvou as iniciativas humanitárias e de beneficência do Sheikh Mohammed, aplaudindo particularmente a Fundação do Conhecimento Mohammed bin Rashid e a campanha Dubai Cares (Dubai Beneficente), que procura oferecer educação primária a um milhão de crianças desfavorecidas no Médio Oriente, África e Ásia. Gordon Brown comentou que esta iniciativa merecia o louvor e também o apoio da Grã-Bretanha e de todos os outros países, empresas e indivíduos interessados até que consiga alcançar os seus objectivos.

Os dois líderes analisaram as relações de amizade e cooperação entre os dois países e formas de as desenvolver em todos os campos, para uma parceria baseada nos interesses mútuos e no comércio e investimento bilaterais. Os dois líderes discutiram também um variado leque de questões regionais e internacionais de interesse comum. As conversações contaram com a presença do Sheikh Abdullah bin Zayed Al Nahayan, Ministra dos Negócios Estrangeiros dos EAU, Sheikha Lubna Bint Khalid al Qasimi, Ministro da Economia, Mohammed Abdullah Al Gergawi, Ministro de Estado para os Assuntos do Gabinete, e Easa Saleh Al Gurg, Embaixador dos EAU na Grã-Bretanha. (WAM)

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Parlamento francês aprova Louvre de Abu Dhabi

12/10/2007


Paris – A Assembleia Nacional Francesa aprovou um projecto para a construção de uma extensão do Museu do Louvre em Abu Dhabi, no âmbito de um acordo cultural de 30 anos entre os EAU e a França. O projecto envolve a construção do museu, desenhado pelo arquitecto francês Jean Nouvel, na ilha artificial de Al Saadiyat, ao largo de Abu Dhabi. A inauguração está prevista para 2012. O acordo permite ao Louvre de Abu Dhabi pedir emprestadas obras-primas de importantes museus franceses, incluindo o Louvre, que serão exibidas em Abu Dhabi por um período entre 6 a 18 meses.
"O projecto constitui um exemplo único de cooperação cultural internacional e reflecte as capacidades da França de implementar planos culturais de enormes dimensões, assim como o grande desejo dos EAU de se abrirem a outras culturas, e em particular ao património cultural francês," declarou Christine Albanel, Ministra da Cultura e Comunicação.
Jean-Marie Bockel, Secretário de Estado francês da Cooperação Estrangeira e dos Assuntos da Francofonia, descreveu a parceria como "um incentivo para as políticas culturais da França e para a comunicação intercultural mundial." (Agência Noticiosa dos Emiratos, WAM)

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

EAU na 62ª Sessão da Assembleia Geral da ONU

04/10/2007


Nova Iorque – O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Sheikh Abdullah bin Zayed Al Nahyan, chefiou a delegação dos EAU na abertura da 62ª Sessão da Assembleia Geral da ONU. Antes da reunião, o Sheikh Abdullah aceitou um convite para o Iftar, que lhe foi apresentado, assim como a todos os chefes de estado e chefes de delegação, pelo Secretário Geral da ONU, Ba Ki-Moon, e a sua esposa.

O Sheikh Abdullah teve uma série de reuniões, uma das quais com o Presidente do Gabão, Omar Bongo, e o seu ministro dos negócios estrangeiros, na qual discutiram formas de fomentar as relações políticas e económicas entre os dois países. Tiveram também lugar reuniões com o Presidente das Ilhas Comores, o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Mauritânia, o Ministro dos Negócios Estrangeiros do Peru, o Ministro dos Negócios Estrangeiros de Singapura, o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Látvia e o Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte.

Além disso, o Sheikh Abdullah encontrou-se com diversos ministros dos negócios estrangeiros e discutiu as relações bilaterais e questões de interesse mútuo abordadas na sessão da Assembleia Geral.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU participou num banquete de Iftar do Ramadão e numa recepção oferecida pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros paquistanês Khorshed Mohammed Kasori.

O Sheikh Abdullah participou na reunião de coordenação dos Ministros dos Negócios Estrangeiros Árabes – na qual foram discutidas várias questões árabes da agenda da Liga Árabe e da ONU – com o caso palestiniano à cabeça, seguido pelo Iraque, Líbano, Sudão e Somália.

O Sheikh encontrou-se ainda com o Secretário Geral da OCI, Organização da Conferência Islâmica. E esteve também presente numa recepção oferecida pelo Presidente da República Checa Vaclav Klaus e num banquete do Ramadão oferecido pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros de Marrocos. (WAM)

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Reuniões de Abdullah bin Zayed

27/09/2007


O Sheikh Abdullah bin Zayed Al Nahyan, Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU, participou ontem na reunião anual de coordenação dos ministros dos negócios estrangeiros do CCG, realizada nas Nações Unidas e presidida pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros saudita, Príncipe Saud Al Faisal. Nesta reunião foram discutidas diversas questões regionais e internacionais incluídas na agenda da 62ª sessão da Assembleia Geral da ONU.
Os ministros dos negócios estrangeiros do CCG discutiram também a agenda da reunião que terá lugar amanhã em Nova Iorque entre eles e a Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice.
O Sheikh Abdullah participou também noutra reunião entre o enviado do Quarteto para a Paz no Médio Oriente, Tony Blair, e os ministros do Comité de Acompanhamento da Paz no Médio Oriente para discutir conversações de paz entre a Palestina e Israel e preparativos para a conferência internacional sobre questões do Médio Oriente convocada pelo Presidente dos EUA, George Bush, que será realizada em Washington em Novembro de 2007. O Sheikh Abdullah teve uma série de reuniões com diversos pares, nomeadamente os ministros dos negócios estrangeiros da França, Grã-Bretanha, Irão, Itália e Índia. Durante todas estas reuniões, foram discutidas as relações bilaterais entre os EAU e os respectivos países.

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

Ministro dos Negócios Estrangeiros recebe novos embaixadores

16/08/2007


O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Sheikh Abdullah bin Zayed Al Nahyan, recebeu ontem no seu gabinete cartas credenciais dos novos embaixadores da República do Benim – Isa Moussa Toure, da Finlândia – Matti Lassila, e dos Países Baixos – Gilles A. Beschoor Plug.
O Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU desejou aos novos embaixadores sucesso na sua tarefa de reforço da cooperação entre os EAU e os respectivos países. Os embaixadores expressaram a sua grande satisfação por representarem os seus países nos EAU e louvaram os EAU pelo papel único que desempenham a níve regional e internacional. O Director do Gabinete do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Rashid Hareb Al Falahi, esteve presente na reunião. (WAM)

VOLTAR AO TOPO | NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA (AGÊNCIA WAM)

 

Página Inicial - Contactos - Enviar esta Página - Mapa do Site - Copyright, Termos e Condições